Criada a primeira Rede Colaborativa de Programas de Pós-Graduação da UFSC, no tema “Aeronáutica e Espaço”

30/06/2023 11:18

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) formalizou a sua primeira rede colaborativa de programas de pós-graduação (PPGs), em torno do tema “Aeronáutica e Espaço”. A rede reúne três Centros de Ensino da Universidade, localizados nos campus de Florianópolis, Joinville e Araranguá. Além da rede recém-criada, várias outras estão em processo de criação nas áreas de Saúde, Gestão Territorial, Segurança e Sustentabilidade, entre outros.

A criação da rede “Aeronáutica e Espaço” ocorreu durante reunião da Câmara de Pós-Graduação realizada na quinta-feira, 29 de junho. Estão envolvidos nesta rede os PPGs de Engenharia Elétrica, Engenharia de Automação e Sistemas, Engenharia Mecânica, e Ciência e Engenharia de Materiais do Centro Tecnológico (CTC), de Florianópolis; Engenharia e Ciências Mecânicas e Engenharia e Sistemas Eletrônicos do Centro Tecnológico de Joinville (CTJ) e Energia e Sustentabilidade do Centro de Ciências, Tecnologias e Saúde (CTS), de Araranguá.

A rede tem como principal objetivo fortalecer e expandir a Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) e a formação de recursos humanos altamente qualificados em aeronáutica e espaço, por meio da integração de conhecimentos e infraestruturas associadas aos programas membros e ação integrada para captação de recursos e realização de parcerias estratégicas.

As redes colaborativas são regidas pela Resolução Normativa 5/2022/CPG, de novembro de 2022, que estabelece regras para formalização de colaborações entre programas de pós-graduação da UFSC em temas inovadores não atendidos integralmente por nenhum programa isolado. A Resolução visa permitir a criação de identidades temáticas para reforço da interdisciplinaridade na pós-graduação, bem como aumentar a visibilidade dos temas das redes para estudantes, pesquisadores e de captação de investimentos.

Os pós-graduandos que concluírem o percurso formativo da rede em seus respectivos PPGs farão jus à declaração emitida pela pró-reitoria de Pós-Graduação (PROPG) para registro.

Tags: Aeronáutica e espaçoPPGsPROPGRede colaborativaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

UFSC investe mais de R$ 2 milhões em tecnologia da informação

29/06/2023 15:05

O investimento busca garantir estabilidade das operações, especialmente em momentos sazonais de grande uso (Fotos: Cláudia Prim/Setic)

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) fez um investimento de R$ 2.038.100,00 na troca de equipamentos de rede que servem aos cinco campi da instituição. Segundo a Superintendência de Governança Eletrônica e Tecnologia da Informação e Comunicação (SeTIC), a medida vai melhorar a qualidade das conexões e diminuir as falhas na rede. O investimento é uma forma de garantir a expansão dos sistemas da Universidade pelos próximos cinco anos e manter a estabilidade da operação, especialmente durante os momentos sazonais de grande uso.

Ao todo serão adquiridos 100 novos switches, equipamentos que distribuem a conexão de rede pelos prédios da Universidade, e 10 servidores com grande capacidade de processamento, que serão instalados no datacenter da SeTIC no campus da Universidade em Florianópolis. A compra dos novos switches está orçada em R$ 575.100,00, enquanto a aquisição dos servidores deverá custar R$ 1.463.000,00.

Segundo o Superintendente da SeTIC, Bruno Amattos, os dispositivos estão sendo substituídos para que atendam ao prazo de garantia. “Por serem um serviço de missão crítica, eles têm que estar em suporte e garantia para caso ocorra alguma falha a gente possa acionar o suporte desses equipamentos”.

Por dia, acessam os sistemas da UFSC mais de 50 mil pessoas. De acordo com a SeTIC, o período de divulgação do resultado do vestibular e início de semestre é quando a rede recebe a maior demanda de acessos. Ao todo, além da comunidade universitária, a rede serve aos terceirizados, visitantes e à comunidade externa.

A Secretária de Planejamento e Orçamento, Andréa Cristina Trierweiller, explica que o comitê de orçamento decidiu por este investimento em função da criticidade, já que os servidores do datacenter dão autonomia para ter maior controle em termos de um desempenho consistente e de alta qualidade, além da segurança e privacidade.

“Manter um datacenter interno oferece maior controle dos nossos dados, permitindo implementar medidas de segurança personalizadas, reduzindo os riscos de violações de segurança”, observa a secretária da Seplan. Além do datacenter interno, a UFSC conta com serviços em nuvem/hospedagem externa em uma abordagem híbrida, o que confere melhor segurança, desempenho, escalabilidade e custo, primando pelo benefício à comunidade acadêmica e à comunidade em geral.

Tags: SEPLANSetictecnologia da informaçãoUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Conselho Universitário realiza sessões presenciais no campus de Joinville

28/06/2023 17:12

Conselho Universitário realizou duas sessões no campus de Joinville (Fotos: Luís Carlos Ferrari/Secom)

O Conselho Universitário (CUn) realizou nesta terça-feira, 27 de junho, duas sessões presenciais nas dependências do campus da UFSC em Joinville: uma reunião especial para concessão de dignidades universitárias e uma sessão ordinária para tratar de processos e manifestações do Conselho.

Antes de entrar na análise dos processos, o reitor Irineu Manoel de Souza abordou algumas questões relativas à Universidade e ao campus de Joinville. Ele afirmou que essa segunda reunião do CUn nos campi (a primeira foi na cidade de Curitibanos) faz parte da estratégia de gestão multicampi da UFSC – e executá-la exige um esforço por parte da administração. Disse também que é prática da Reitoria realizar reuniões periódicas com as direções dos campi e ter algum representante nas formaturas de estudantes.

Sobre o campus de Joinville, o reitor disse que estão em andamento discussões para uma sede própria da UFSC na cidade. Em levantamento realizado recentemente, a construção iniciada na Curva do Arroz foi listada para o governo federal como obra parada. Ele informou também que, a despeito de dificuldades orçamentárias, foi aprovado um aditivo para ampliação de espaços acadêmicos no atual campus.

De acordo com o professor Irineu, em breve será disponibilizado um cartão corporativo para os diretores de campus e de Centros de Ensino, para facilitar o pagamento de pequenas despesas. Em relação ao número de servidores docentes e técnico-administrativos, uma das principais demandas das Unidades, o reitor informou que foi elaborado e enviado ao Ministério da Educação (MEC) um relatório com as necessidades da UFSC. “O compromisso que houve com o Reuni até hoje não foi cumprido”, disse o reitor.

A vice-reitora Joana Célia dos Passos informou aos presentes que existe um grupo de trabalho atuando para a institucionalização dos campi fora da sede. “A estratégia do CUn de vir aos campi é de consolidar o diálogo, principal instrumento de nossa gestão”, disse a vice-reitora. Ela repassou informações sobre algumas iniciativas da gestão, tal como a elaboração de uma Resolução Normativa sobre as festas na Universidade, que está em consulta pública neste momento.

A professora Joana informou que existe um grupo multidisciplinar estudando a questão da saúde mental na UFSC e que será constituído um grupo de trabalho de equidade de gênero, para tratar de temas como assédio e progressão das mulheres na carreira acadêmica. Este GT deve concluir seus trabalhos em 90 dias e apresentar uma proposta de resolução ao Conselho Universitário.

Dignidades universitárias

Na sessão especial, foram aprovados por unanimidade os títulos de Professor Emérito aos docentes Faruk José Nome Aguilera (in memorian), Rosendo Augusto Yunes e Cesar Zucco. Nestes casos, a decisão do Conselho foi de homologação da decisão ad referendum do então reitor Ubaldo Balthazar. Os títulos já tinham sido concedidos e as homenagens prestadas, mas faltava ainda a ratificação pelo CUn, que exige sessão especial e quorum qualificado.

Outra decisão da sessão especial, também aprovada por unanimidade, foi a chancela do Conselho à alteração de status de Coordenadoria Especial para Departamento de Biociências e Saúde Única (DSU). A transformação havia sido aprovada ainda em 2018 pelo Conselho do Centro de Ciências Rurais (CCR), em Curitibanos.

Na sessão ordinária, iniciada em seguida, foram aprovados processos de ratificação do relatório anual de gestão da Fundação de Ensino e Engenharia de Santa Catarina (Feesc) e autorização da UFSC para que a Fundação de Amparo à Pesquisa e Extensão Universitária (Fapeu) possa renovar pedido de autorização para apoiar o Instituto Federal Catarinense (IFC).

Outro assunto que seria debatido na reunião, a solicitação para que o Conselho se manifestasse sobre a revogação da reforma do Ensino Médio, teve pedido de vistas apresentado pelo conselheiro Marcos Roberto Rosa, da Secretaria Estadual de Educação.

Representantes discentes apresentaram na sessão algumas situações relativas à permanência dos estudantes e condições de estudo. O estudante Matheus Rodrigues Menezes reportou aos conselheiros o que considera “situação preocupante” em relação ao Restaurante Universitário do campus Trindade. Ele afirmou que nos últimos meses o número de trabalhadores terceirizados na cozinha do restaurante tem ficado abaixo do necessário, o que estaria ocasionando longas filas, principalmente à noite.

Matheus também fez um relato aos conselheiros sobre a situação dos empregados da empresa terceirizada responsável pelos serviços de portaria. Desde o final do ano passado, informou, a empresa não vem cumprindo suas responsabilidades com a Universidade e com seus empregados. Em relação a este assunto, o reitor disse que a UFSC intercedeu em favor dos trabalhadores, tendo realizado inclusive pagamento direto dos salários. Informou também que já existe um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) para extinção do contrato com a empresa.

A estudante Sophia da Fonseca Rangel fez uma manifestação em nome dos estudantes do campus de Curitibanos. Ela relatou que a cidade não tem nenhuma iniciativa para assegurar gratuidade ou meio passe no sistema de transporte coletivo urbano, fazendo com que todos os estudantes paguem a passagem inteira. Também repetiu a reivindicação apresentada na reunião do CUn no campus de Curitibanos, para que a Universidade se encarregue de oferecer transporte para os estudantes que precisam realizar atividades acadêmicas em locais distantes da sede do campus.

Ao final da reunião, o diretor do campus de Joinville, professor Diego Greff, agradeceu a presença de todos e disse esperar que esses encontros possam se realizar com frequência, de acordo com as possibilidades da Universidade. “Isso é uma valorização muito importante dos campi do interior”, disse o diretor.

Tags: Campus JoinvilleConselho UniversitárioUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Fórum de Reitores se reúne para definir próximas iniciativas conjuntas

26/06/2023 20:46

Gestores reuniram-se durante o Summit Cidades 2023, em espaço do evento (Fotos: Luís Carlos Ferrari/Secom)

O Fórum de Reitores de Instituições Públicas de Educação Superior de Santa Catarina reuniu-se nesta segunda-feira, 26 de junho, nas dependências do Centro Sul, em Florianópolis, onde se realiza o Summit Cidades 2023. O encontro tratou da organização de uma agenda de reuniões até o final do ano e da definição das iniciativas conjuntas a serem implementadas nos próximos meses.

Participaram do encontro reitora do Instituto Federal Catarinense (IFC), Sônia Regina de Souza Fernandes, acompanhada da pró-reitora de Desenvolvimento Institucional, Jamile Delagnelo Fagundes da Silva e do diretor executivo Lucas Spillere Barchinsky; o reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Irineu Manoel de Souza, acompanhado do chefe de gabinete, Bernardo Meyer; o reitor do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), Maurício Gariba Júnior, acompanhado da pró-reitora de Pós-graduação, Pesquisa e Inovação, Flávia Maia Moreira e da diretora executiva Andrea Andujar; e o reitor da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Marcelo Recktenvald, acompanhado do chefe de gabinete Rafael Scheffer.

O professor Irineu propôs que o grupo se organize e busque contato com a bancada parlamentar federal de Santa Catarina para viabilizar a destinação de recursos para as instituições, por meio das emendas parlamentares individuais e de bancada. O reitor Marcelo Recktenvald sugeriu que o Fórum convide a deputada Caroline De Toni, coordenadora do Fórum Parlamentar Catarinense, para um encontro na cidade de Chapecó, no início de agosto, em busca de apoio para a reunião com os demais deputados federais e senadores de SC.

A professora Sônia disse que esse encontro poderia servir para apresentar os dados das instituições federais e mostrar a capilaridade do sistema no Estado, enquanto o professor Gariba pontuou que seria um espaço para prestação de contas do que foi feito em cada instituição com recursos recebidos de emendas parlamentares.

Na ocasião, os gestores do IFC apresentaram uma plataforma (Observatório) que reúne informações sobre os institutos estaduais da rede de educação técnica profissional, agregadas com dados demográficos, de IDH e de alunos concluintes nas regiões dos campi. A professora Sonia sugeriu que essa plataforma passasse a integrar também os dados das universidades públicas, para orientar processos de expansão das instituições, evitando a sobreposição de cursos, por exemplo.

Os integrantes do Fórum de Reitores também definiram outras temáticas que deverão estar presentes nas discussões do grupo, tais como a questão da evasão e preenchimento de vagas, a colaboração técnica em nível institucional, as potencialidades de parceria na área de pesquisa, políticas de inclusão e permanência e divulgação dos cursos e dos projetos de pesquisa e extensão das instituições, entre outros.

Tags: Fórum de ReitoresIFCIFSCUFFSUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

UFSC celebra parceria de 25 anos com empresa para desenvolvimento de pesquisas

26/06/2023 18:21

Descerramento da placa alusiva à parceria ocorreu na sexta-feira, 23 de junho. Foto: Divulgação.

Representantes da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), da Whirlpool e do Governo do Estado de Santa Catarina se reuniram na sexta-feira, 23 de junho, para celebrar os 25 anos de parceria entre a empresa e a Universidade. Fizeram as honras do descerramento da placa alusiva ao aniversário: o reitor da UFSC, Irineu Manoel de Souza; o vice-presidente de Desenvolvimento de Produtos da Whirlpool Global, Alexandre Czesnat; o diretor da Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços de Santa Catarina, Anderson Anthony; e os professores Alvaro Prata e Christian Hermes, dos Laboratórios de Pesquisa em Refrigeração e Termofísica (Polo).

A parceria ininterrupta entre o Polo e a Whirlpool, multinacional do segmento de eletrodomésticos, é referência mundial. Os resultados atingidos nos projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação permitem o contínuo avanço da fronteira do conhecimento e estabelecem novos padrões tecnológicos para um setor da indústria altamente inovador e competitivo.

Para a UFSC, além do financiamento de pesquisas que permitem o desenvolvimento de projetos inovadores, a parceria possibilita ainda que estudantes coloquem em prática conhecimentos para elaborar, simular e comprovar teorias que atendam às necessidades reais da indústria, se fortalecendo como case de sucesso do modelo de parceria empresa-universidade no Brasil.

(mais…)

Tags: ParceriaPesquisaPoloUFSCUniversidade Federal de Santa CatarinaWhirlpool