UFSC e JBS assinam acordo para desenvolvimento de pesquisas sobre proteína cultivada

21/11/2023 09:27

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e a JBS Biotech Innovation Center assinaram nesta segunda-feira, 20 de novembro, um protocolo de intenções para o desenvolvimento de ações conjuntas voltadas para pesquisa, desenvolvimento e inovação na área de biotecnologia de alimentos, em especial para a produção de proteína cultivada. O documento foi assinado pelo reitor, Irineu Manoel de Souza, e pelo CEO global da JBS, Gilberto Tomazoni, egresso do curso de Engenharia Mecânica da UFSC.

Protocolo de intenções prevê pesquisa na área de biotecnologia de alimentos (Fotos: Henrique Almeida/Agecom/UFSC)

A proteína cultivada é basicamente um produto obtido através da multiplicação celular induzida a partir de uma pequena quantidade de células retiradas de um animal, sem necessidade de abate. As pesquisas têm o objetivo de chegar a um produto com textura e propriedades nutricionais semelhantes aos da proteína animal convencional.

Participaram da assinatura, realizada no gabinete da Reitoria, Gilberto Tomazoni, Luismar Porto, presidente do JBS Innovation Center e Fernanda Vieira Berti, vice-presidente do JBS Innovation Center e também egressa da pós-graduação da UFSC. Pela Universidade, além do reitor Irineu Manoel de Souza, o evento teve a presença do pró-reitor de Pesquisa e Inovação, Jacques Mick.

A UFSC é primeira universidade a integrar a rede de colaboração que o JBS Biotech Innovation Center pretende formar com com instituições científicas e universidades públicas e privadas no Brasil. Os pesquisadores da Universidade poderão usar as instalações do Centro de Inovação da JBS para conduzir seus trabalhos científicos. O prédio está em construção no Sapiens Parque, em Florianópolis, com previsão de entrega para 2024, e deverá ser a maior instituição privada de pesquisas em biotecnologia de alimentos do Brasil.

Vanguarda de biotecnologia

O executivo Gilberto Tomazoni afirmou que a criação do Centro de Inovação e as parcerias com instituições de pesquisa fazem parte de um esforço para que o Brasil possa acelerar e estar na vanguarda da biotecnologia. Ele mencionou a importância de o País desenvolver uma tecnologia própria, para poder competir com países que estão muito avançados nesta área, como Estados Unidos e Israel.

O professor Irineu mencionou que em muitas viagens e eventos tem encontrado egressos da UFSC em posições de liderança, desde ministérios e órgãos de governo a entidades de classes, organizações e empresas. Ele reiterou que a atual gestão definiu como uma diretriz de atuação a aproximação com todos os setores da sociedade, incluindo parcerias com empresas privadas.

Tomazoni disse que estava muito feliz em retornar à UFSC

O CEO da JBS afirmou que estava muito feliz em retornar à Universidade, onde fez graduação, um período considerado por ele como “muito importante para a minha vida e minha carreira”. Ele ressalta que o convênio entre as organizações vai propiciar o desenvolvimento da biotecnologia e contribuir para o enfrentamento da insegurança alimentar, que hoje atinge quase um terço da população mundial.

O pró-reitor de Pesquisa e Inovação, Jacques Mick, afirmou que o convênio poderá resultar em um crescimento conjunto da Universidade e da companhia. Ele ressalta que as pesquisas a serem desenvolvidas terão caráter multidisciplinar, sendo inicialmente conduzidas pelo Programa de Pós-graduação em Engenharia de Alimentos, um dos programas de excelência da Universidade (nota 7 da Capes na última avaliação) e pelo Departamento de Ciência e Tecnologia de Alimentos do Centro de Ciências Agrárias (CCA). Além dos insumos básicos para o desenvolvimento de proteína cultivada, a UFSC poderá também realizar estudos sobre a aceitação dos novos produtos pelos consumidores.

O presidente do JBS Innovation Center, Luismar Porto, disse que a escolha da JBS por Florianópolis para instalação do centro de pesquisas não foi por acaso, ressaltando o potencial da cidade no desenvolvimento científico e tecnológico.

Tags: atos pró-democraciaCiência de alimentosJBSPropesqProteína cultivadasegurança alimentarUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

UFSC Transparente: série de matérias apresenta ações de gestão realizadas em 12 meses

13/07/2023 10:56

Com a finalidade de informar à Comunidade Acadêmica, no que se refere à transparência na Instituição, a Reitoria da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) divulga a partir desta quinta-feira, 13 de julho, alguns dos principais resultados alcançados pela gestão da Universidade, por meio de uma série de matérias intitulada “UFSC Transparente”. Os tópicos abordados serão: aproximação com a sociedadeinclusão e permanênciatrabalho na Universidade, ensino e infraestrutura e manutenções. Ainda nesta quinta-feira, a atual gestão da UFSC, empossada em 5 de julho de 2022, apresenta as 10 principais ações de cada setor no Balanço da Gestão Universidade Presente.

Nesta primeira reportagem da série, o tema é aproximação com a sociedade. Confira as principais realizações na área:

Movimento de aproximação com a sociedade

A busca pelo aperfeiçoamento da relação com a sociedade é uma orientação transversal que abrange diversas áreas da atuação universitária e órgãos da gestão. Além da extensão, que já tem a natureza de socializar os conhecimentos e serviços da Universidade à comunidade, o ensino, a pesquisa e a cultura na UFSC também estão imbuídas desta diretriz. Em diversas iniciativas, a UFSC construiu movimentos na direção da comunidade ou abriu suas portas para acolhê-la.

>> Leia também o Balanço da Gestão Universidade Presente.

Hospital Universitário Professor Polydoro Ernani de São Thiago

Neste laço com a sociedade, o Hospital Universitário Professor Polydoro Ernani de São Thiago (HU-UFSC) ocupa um papel central. Único hospital federal do Estado, o HU integra o Sistema Único de Saúde (SUS) e realiza, em média, mais de 8 mil consultas com especialistas e mais de 8 mil atendimentos de emergência por mês, além de realizar em torno de 720 internações, 456 cirurgias e 120 partos. Ciente desta importância, o reitor, Irineu Manoel de Souza, tem se preocupado em apoiar o hospital e buscar condições para o seu pleno funcionamento. Em diversas ocasiões, o reitor aproveitou viagens a Brasília para reivindicar à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) a contratação de médicos e profissionais da área de saúde.

(mais…)

Tags: gestãoGestão 2022-2026Hospital UniversitárioHospital Universitário Professor Polydoro Ernani de São ThiagoRelatório da GestãoUFSCUFSC TransparenteUniversidade Federal de Santa Catarina

Professores ligados à UFSC assumem cargos na Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência

05/07/2023 15:21

Dois professores ligados à Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) vão ocupar cargos administrativos na Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). O professor André Ramos, do Centro de Ciências Biológicas (CCB), foi eleito para ocupar uma cadeira no Conselho da sociedade, enquanto a professora Maria Elisa Máximo, pesquisadora associada do Grupo de Pesquisas em Ciberantropologia da UFSC (GrupCiber), foi eleita Secretária Regional de SC. Na mesma eleição, o filósofo, professor titular da USP e ex-ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, foi reeleito para a Presidência da instituição.

Os eleitos serão empossados no dia 27 de julho, na Assembleia Geral Ordinária dos Sócios, que será realizada durante a 75ª Reunião Anual da SBPC, na Universidade Federal do Paraná (UFPR), em Curitiba.

Os resultados da eleição de 2023 para a Diretoria, parte do Conselho e Secretarias Regionais foram divulgados no dia 20 de junho, após três semanas de votações online. O professor André Ramos foi eleito para ocupar a cadeira do Conselho da SBPC que, há 4 anos, pertence ao professor Álvaro Prata, ex-reitor da UFSC. Ele concorria com dois nomes de grande prestígio na ciência brasileira, o neurocientista Carlos Alexandre Netto, ex-reitor da UFRGS por dois mandatos, e a socióloga gaúcha Maíra Baumgarten, ex-conselheira da SBPC.

A professora Maria Elisa Máximo, antropóloga de Joinville formada pela UFSC, foi apoiada na eleição pelo professor Amurabi Oliveira, do Departamento de Sociologia e Ciência Política da UFSC.

Capilaridade às ações da SBPC

Após ficar sem representação desde 2011, a Secretaria Regional da SBPC em Santa Catarina voltou a existir no dia 20 de junho de 2017, durante a 69ª Reunião Anual da sociedade, realizada em Belo Horizonte (MG). Na ocasião foram empossados os professores André Ramos (UFSC) e Luiz Cláudio Miletti (Udesc). Em julho de 2019, a mesma chapa assumiu, pela segunda vez, a Secretaria Regional de SC. Em 2021, foi a vez do professor Miletti ser eleito Secretário Regional e a professora Bárbara Segal (ECZ-UFSC) ser eleita Secretária Adjunta – mesmo ano em que a professora Miriam Grossi, também da UFSC, foi eleita membro da Diretoria 2021-2023.

A Secretaria Regional da SBPC em SC tem sido uma referência no cenário político estadual, lutando por espaços nos poderes Legislativo e Executivo, promovendo reuniões em todo o Estado e criando um Conselho Consultivo que dá maior capilaridade às ações da SBPC. Em 2019, a SBPC ganhou assento no Conselho da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc). No mesmo ano, em parceria com o Legislativo, criou o movimento “Escola é Lugar de Ciência”, que até hoje atua por meio de uma rede de instituições de ensino e do Conselho Estadual de Educação.

Tags: CCBSBPCUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Criada a primeira Rede Colaborativa de Programas de Pós-Graduação da UFSC, no tema “Aeronáutica e Espaço”

30/06/2023 11:18

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) formalizou a sua primeira rede colaborativa de programas de pós-graduação (PPGs), em torno do tema “Aeronáutica e Espaço”. A rede reúne três Centros de Ensino da Universidade, localizados nos campus de Florianópolis, Joinville e Araranguá. Além da rede recém-criada, várias outras estão em processo de criação nas áreas de Saúde, Gestão Territorial, Segurança e Sustentabilidade, entre outros.

A criação da rede “Aeronáutica e Espaço” ocorreu durante reunião da Câmara de Pós-Graduação realizada na quinta-feira, 29 de junho. Estão envolvidos nesta rede os PPGs de Engenharia Elétrica, Engenharia de Automação e Sistemas, Engenharia Mecânica, e Ciência e Engenharia de Materiais do Centro Tecnológico (CTC), de Florianópolis; Engenharia e Ciências Mecânicas e Engenharia e Sistemas Eletrônicos do Centro Tecnológico de Joinville (CTJ) e Energia e Sustentabilidade do Centro de Ciências, Tecnologias e Saúde (CTS), de Araranguá.

A rede tem como principal objetivo fortalecer e expandir a Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) e a formação de recursos humanos altamente qualificados em aeronáutica e espaço, por meio da integração de conhecimentos e infraestruturas associadas aos programas membros e ação integrada para captação de recursos e realização de parcerias estratégicas.

As redes colaborativas são regidas pela Resolução Normativa 5/2022/CPG, de novembro de 2022, que estabelece regras para formalização de colaborações entre programas de pós-graduação da UFSC em temas inovadores não atendidos integralmente por nenhum programa isolado. A Resolução visa permitir a criação de identidades temáticas para reforço da interdisciplinaridade na pós-graduação, bem como aumentar a visibilidade dos temas das redes para estudantes, pesquisadores e de captação de investimentos.

Os pós-graduandos que concluírem o percurso formativo da rede em seus respectivos PPGs farão jus à declaração emitida pela pró-reitoria de Pós-Graduação (PROPG) para registro.

Tags: Aeronáutica e espaçoPPGsPROPGRede colaborativaUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina