Ministério Público Federal faz recomendações à Reitoria em relação às greves

05/06/2024 17:03

O Ministério Público Federal, por meio da Procuradoria da República no Estado de Santa Catarina, encaminhou à Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) uma recomendação de ações relacionadas aos movimentos grevistas em curso na Universidade.

As recomendações, basicamente, são para que a Universidade promova esforços para garantir o exercício de todas as atividades por parte de professores, estudantes e técnicos que não aderiram às paralisações. Isso inclui o livre acesso a todas as dependências da UFSC por parte da comunidade acadêmica e ações para coibir atos de intimidação, coação ou constrangimento eventualmente dirigidos a qualquer pessoa no âmbito da Universidade.

A Reitoria da UFSC enviou a seguinte resposta ao ofício do MPF: “A Reitoria da Universidade Federal de Santa Catarina comunica que acolhe a recomendação no sentido de empreender os esforços necessários para assegurar a realização das atividades-fim da universidade (ensino, pesquisa e extensão). A recomendação será divulgada no site da Reitoria.”

Veja neste link a íntegra da recomendação do Ministério Público.

Tags: grevesMinistério Público FederalRecomendaçõesUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Reitoria recebe comunicado sobre deflagração de paralisação pelos estudantes

16/05/2024 17:24

A Reitoria da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) informa que foi oficialmente comunicada da deflagração de paralisação dos estudantes da graduação e secundaristas do Colégio de Aplicação. De acordo com o comunicado do Diretório Central de Estudantes (DCE), a paralisação estudantil a partir de 15 de maio foi aprovada em assembleia geral realizada na noite de terça-feira, 14 de maio.

A Reitoria respeita todos os movimentos grevistas e espera manter com os estudantes um canal de diálogo, a exemplo do que já ocorre com os comandos de greve dos técnico-administrativos em educação (TAEs) e dos professores.

 

Tags: greve dos docentesgreve dos TAESparalisação dos estudantesUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Departamento de Atenção à Saúde orienta sobre cuidados e prevenção de doenças diarreicas

25/04/2024 15:28

O Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) de Florianópolis informou ao Departamento de Atenção à Saúde (DAS) da UFSC sobre seis casos de Doenças Diarreicas Agudas (DDA) no mês de abril de 2024. Os casos estão em investigação pelo órgão municipal.

Dessa forma, para o âmbito de orientação em saúde à comunidade universitária da UFSC, a equipe de Saúde Ocupacional do DAS informa, elucida e orienta acerca da doença.

As doenças diarreicas agudas são caracterizadas pelo aumento da frequência de evacuações (mais de 3 episódios em 24 horas) e redução da consistência das fezes. Em sua maioria, são de origem infecciosa e são autolimitadas com duração de 14 dias. O quadro pode ser acompanhado por outros sintomas como: náusea, vômito, febre e dor abdominal.

As diarreias frequentes aumentam a perda de água e eletrólitos, predispondo à desidratação e distúrbios hidroeletrolíticos. Por isso, há risco de agravamento do quadro clínico, podendo até levar à internação.

Cabe lembrar que outras doenças podem se manifestar de maneira semelhante. Assim, é de grande importância procurar assistência médica adequada para avaliação clínica, tratamento e diagnóstico diferencial.

A infecção pode ser causada pelo consumo de água e alimentos contaminados, contato com objetos contaminados, remédios, e também pode ocorrer pelo contato com outras pessoas, por meio de mãos contaminadas, além de contato de pessoas com animais.

O DAS orienta que, em caso de sintomas de doença diarreica aguda, as pessoas acometidas busquem atendimento médico nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), ou serviço particular, e comuniquem à Divisão de Saúde Ocupacional (DSO/DAS) através do e-mail: saudeocupacional.das@contato.ufsc.br contendo as seguintes informações:

  • Nome
  • Vínculo com a UFSC
  • Setor/Centro
  • Telefone para contato
  • Buscou atendimento médico?

Estes dados são importantes para a identificação de possível surto junto com a Vigilância Epidemiológica de Florianópolis.

Saiba mais sobre DDA na página do DAS/Prodegesp.

Tags: DAS/Prodegespdoenças diarreicas agudasUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Gabinete da Reitoria prorroga prazo de inscrição para estágio de pós-graduação

08/04/2024 12:03

O Gabinete da Reitoria da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) retificou o cronograma e prorrogou o prazo de inscrições ao edital para seleção de estagiário de pós-graduação. Agora, as inscrições poderão ser feitas até o dia 14 de abril, por meio do e-mail pccf@contato.ufsc.br.

O edital número 2/2024/GR busca selecionar estudantes de Pós-Graduação para estágio não-obrigatório e formação de cadastro de reserva para atuar no Setor de Protocolo do Gabinete da Reitoria da UFSC.

A retificação abrange também a data de homologação das inscrições. A lista de inscrições homologadas será publicada no dia 16 de abril no site reitoria.ufsc.br. As entrevistas, de forma online, serão realizadas nos dias 17 e 18 de abril. No dia 19 será publicado o resultado final. A previsão de início das atividades junto à Comissão de Prestação de Contas de contratos fundacionais do Gabinete da Reitoria é 22 de abril.

O edital tem por objeto a seleção de um estudante de pós-graduação stricto sensu em áreas correlatas às dos cursos de Graduação em Administração ou Ciências Contábeis. O estágio possui carga horária de 30 horas semanais, com remuneração de R$ 1.665,22 e vale-transporte de R$ 220,00.

Para outras informações acesse o edital na íntegra.

Confira as alterações ao edital 2/2024/GR.

Tags: Gabinete da Reitoriapós-graduçãoSeleção de estagiárioUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina

Reitor da UFSC manifesta posição contrária à judicialização da greve dos TAES

27/03/2024 18:41

O reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Irineu Manoel de Souza, vem a público esclarecer questões relacionadas a medida judicial com impacto sobre a greve de servidores técnico-administrativos lotados no Hospital Universitário (HU) Professor Polydoro Ernani de São Thiago.

Na terça-feira, 26 de março, após reunião do Conselho Universitário, o reitor reuniu-se em seu gabinete com o superintendente do hospital, Spyros Dimatos, em busca de informações sobre a decisão judicial que determina o retorno ao trabalho de parcela dos trabalhadores em greve. O gestor do HU relatou ao reitor que, desde o início da greve nacional dos TAES, a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) acompanha a situação de todos os hospitais universitários sob sua administração para avaliar o impacto da paralisação sobre o atendimento à população.

O HU faz parte do Sistema Único de Saúde (SUS) e é prestador de serviços à Secretaria de Saúde do Estado, que repassa cerca de 80% dos recursos orçamentários do hospital. Assim, a Secretaria de Saúde reporta diretamente à Ebserh nacional, em Brasília, toda situação que tem impacto no atendimento de pacientes.

O reitor esclarece que a ação judicial questionando a greve partiu da Ebserh-Brasília e não foi iniciativa do superintendente do HU. Essa afirmação é reforçada pela notícia de que a Ebserh entrou também com ação judicial contra a greve dos TAES que trabalham no hospital universitário da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Essas informações e esclarecimentos foram levados pelo reitor ao comando da greve, durante reunião realizada nesta quarta-feira, 27 de março.

O professor Irineu reafirmou à categoria que a Reitoria da UFSC não concorda com a judicialização da greve e neste sentido criou uma comissão de interlocução com a categoria para tratar de temas urgentes e essenciais ao funcionamento da Universidade. Essa comissão já realizou diversos encontros com representantes dos TAES. A Reitoria, segundo Irineu, entende que os servidores do Regime Jurídico Único (RJU) que trabalham no hospital não são subordinados à Ebserh – no caso da UFSC, não houve cessão de servidores à referida empresa.

Por entender que estas questões devem ser encaminhadas e resolvidas por meio do diálogo e da negociação, o reitor informou aos servidores que levará a questão da greve à comissão de Hospitais Universitários da Andifes, da qual faz parte. Ele também se comprometeu a entrar em contato diretamente com a presidência nacional da Ebserh para informar sobre a situação da UFSC e apelar para a negociação da greve.

 

Tags: Ebserhgreve dos TAESHospital UniversitárioUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina
  • Página 1 de 4
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4